Integração com a graduação

O presente programa vincula em sua proposta uma integração direta com a graduação na formação de recursos humanos voltados ao ensino e pesquisa, com aumento significativo da produção científica, melhoria de pessoal para o mercado de trabalho e na formação de futuros pesquisadores no país. A participação de docentes nas disciplinas do programa estimula o tráfego atualizado de informações bibliográficas e científicas, com modernização do conteúdo programático das disciplinas de graduação. Paralelamente, o envolvimento de docentes, alunos de iniciação científica e de pós-graduação em projetos integrados de pesquisa, com abordagens multidisciplinares, promove um aprimoramento científico, tecnológico e metodológico, tornando aulas práticas, aulas de campo e aulas teóricas com conteúdos atualizados e conhecimentos provenientes de experiência laboratorial.



A participação de alunos de graduação permite uma visão atualizada do processo científico, com perspectiva de desenvolver projetos de iniciação científica. Muitos alunos de graduação são estagiários nos projetos de dissertações e teses, desenvolvendo projetos paralelos de iniciação científica que são utilizados nas monografias de bacharelado. Além disso muitos alunos de mestrado e doutorado atuam na co-orientação de alunos de iniciação científica e participam em bancas de julgamento de trabalhos de conclusão de curso de graduação.



O programa da pós-graduação frequentemente promove seminários e eventos de extensão, com a participação dos alunos de graduação, melhorando o nível de qualificação dos graduandos e permitindo a eles oportunidades de novas experiências e conhecimentos. Além disso, uma parcela significativa (geralmente em torno de 50 a 60%) dos alunos que entram no curso de mestrado são egressos dos cursos de graduação da própria UFES, na maioria das vezes alunos que fizeram iniciação científica em laboratórios de docentes do programa de pós-graduação.


Estágio de docência:

Através do Programa de Monitoria de Pós-graduação, caracterizado por disciplinas obrigatória do programa (as Práticas de Docência do mestrado e doutorado), os pós-graduandos têm a oportunidade de participar em disciplinas na graduação, podendo dividir suas experiências científicas, permitindo uma troca de conhecimentos com graduandos, e conseqüente aprimoramento de estratégias didáticas.

Alguns alunos do programa exercem atividades de monitoria voluntária, auxiliando atividades práticas nos cursos de bacharelado e licenciatura, exercitando a atividade docente, além de trocar experiências com os alunos da graduação. Esse tipo de atividade tem estimulado sobremaneira diversos alunos da graduação a procurarem os docentes para orientá-los em monografias de graduação, visando o mestrado no futuro.

Normas de prática de docência (Capítulo VI do Regimento Interno do PPGBAN):

Art. 39. As disciplinas Prática de Docência deverão ser cursadas até o terceiro semestre letivo no mestrado até o quinto semestre letivo no doutorado.
§ 1o. As disciplinas preveem a execução de atividades de docência (prática ou teórica) junto à disciplina de curso de graduação da UFES ou outra Instituição de Ensino Superior (IES).
§ 2o. Um tutor será responsável por supervisionar a execução das atividades de prática de docência e deverá encaminhar ao coordenador da disciplina o desempenho do aluno e nota.

Art. 40. Caberá ao coordenador da disciplina administrar as atividades, encaminhar calendário para entrega de notas, prestar esclarecimentos a alunos e seus tutores sobre as atividades da disciplina, preencher a pauta da disciplina e entregar notas para a secretaria do programa na data prevista do calendário acadêmico.

Art. 41. Alunos que comprovarem atividade de docência em disciplinas em nível graduação em IES poderão solicitar equivalência da disciplina.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910